Segunda-feira, 9 de Novembro de 2015
Desabafo curto e preocupado

A página 7 do DN publicado hoje é a imagem do que se está a passar e que originou este desabafo.

Com efeito no lado esquerdo tem a comparação dos pontos essenciais das duas propostas em confronto no Parlamento e no lado direito tem um artigo do Prof. Soromenho Marques onde vem claramente exposta a dimensão da desastrosa gestão a que Portugal esteve sujeito desde a nossa adesão à CE e ao Euro.

Ora a questão de fundo da nossa economia é a baixa competitividade e portanto também a baixa produtividade global em grande parte por falta de capitais aplicados em produção e na própria banca nacional e assim dependermos demais de capitais externos.

Depois de Abril de 74 verificou-se um ataque feroz ao capital privado, que nunca foi devidamente corrigido mas até agravado durante e depois do governo do Prof Cavaco Silva, o que tem prejudicado fortemente a nossa recuperação económica. No entanto como se tem verificado haver aumentos nas exportações e no turismo, provavelmente mais por atuação dinâmica das empresas que por ações dos governos, convirá conhecer as razões pelas quais o PIB não cresce como parece que devia crescer.

Sem esquecer o facto de se terem “privatizado” várias empresas lucrativas cujos dividendos passaram a ser distribuídos para acionistas estrangeiros o que não só diminui a nossa riqueza global mas ainda por cima destrói a nossa independência económica. E esta solução não era a única a adotar, mas foi a mais fácil e mais interessante para os intermediários…

Pois bem nas listas apresentadas no lado esquerdo da página do DN nem uma palavra sobre como aumentar o nosso desenvolvimento económico, isto é, a nossa criação de riqueza sem a qual não pode haver melhoria de vida para a população. Incluindo a explicação porque há projetos que permitiriam criar milhares de postos de trabalho que estão à espera de decisão de governantes e de autarcas e nada acontece de positivo.

É pois forçoso de uma vez por todas aceitar e praticar a gestão do País que aumente a riqueza e saiba distribui-la, para evitar a tendência mórbida do neoliberalismo em curso de aumentar as enormes diferenças de rendimentos que se verificam nos países mais avançados, como é exemplo os EUA , acompanhadas pela destruição da classe média.

Lisboa, 9 de Novembro de 2015



publicado por JoseViana às 19:13
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De francisco g. de amorim a 9 de Novembro de 2015 às 19:38
Meu caro: não é a "tua" marinha que está afundada! São os valores, os homens do país, a estupidez elogiada e a cegueira dum povo absorto em... em o que? NADA.
Pobre país pobre. E mais pobres aqueles que se atrevem a pensar, em se desiludir e assitir impotente à destruição dum país.
Valaha-te São Nicolau protetor dos Navegantes, o "fogo" de Santelmo e a Senhora dos Navegantes!
Um bom abraço


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Afinal o que é a Marinha ...

2017-10-19. Um desabafo t...

A Catalunha e uma confusã...

A austeridade e as confus...

Turismo: atividade económ...

As ausências de Portugal ...

Alguns esquecimentos impo...

Atenção eleitores, temos ...

Como baixar a abstenção

O Forte de Peniche e a ve...

arquivos

Dezembro 2017

Outubro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Outubro 2016

Setembro 2016

Junho 2016

Maio 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Contador de Visitas
blogs SAPO
RSS